Um dos critérios utilizados no algoritmo do food score do Desrotulando é o sódio, um mineral que, quando consumido em excesso, pode estar relacionado com o aumento da pressão arterial. 

Utiliza-se como referência o Manual de Etiquetado Nutricional de Alimentos do Chile (2019), o qual foi o primeiro país no mundo a adotar a rotulagem nutricional de advertência.

No Brasil, a Resolução RDC nº 54/2012 estabelece critérios para o fabricante informar na embalagem “baixo em sódio” (até 80 mg de sódio por porção), “muito baixo em sódio (até 40 mg de sódio por porção) e “não contém sódio” (até 5 mg de sódio por porção). 

Com base nessas resoluções e no manual Chileno, estabeleceu-se níveis considerados como baixo, médio e alto em sódio para o algoritmo do food score Desrotulando.

  • Baixo: teores abaixo de 120 mg por 100 g e, em líquidos, com teores abaixo de 60 mg por 100 ml.
  • Médio: teores entre de 120 mg e 400 mg por 100 g e, em líquidos, teores entre de 60 mg e 100 mg por 100 ml.
  • Alto: teores acima de 400 mg por 100 g e, em líquidos, com teores acima de 100 mg por 100 ml.


Encontrou sua resposta?